Os CFDs são instrumentos complexos e implicam um alto risco de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 82.01% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro ao negociar CFDs com esse provedor. Você deve considerar se entende como os CFDs funcionam e se pode correr o risco de perder seu dinheiro.

O guia definitivo para análise técnica

A análise técnica usa tendências de preços para determinar a direção futura dos preços. Os analistas técnicos estudam os movimentos de preços existentes e como os preços podem se mover.

O guia definitivo para análise técnica
IX icon

INFINOX

10º março 2022 - 11:50 am

Table of contents

A análise técnica é uma das ferramentas analíticas mais utilizadas no mundo do trading. Ela usa movimentos de preços do passado e volume de trading para prever como os preços podem se mover no futuro.

Como trader, a análise técnica é uma das duas ferramentas de análise para sua atividade de trading (a outra é a análise fundamental). Continue lendo para descobrir como a análise técnica funciona e como ela pode ajudá-lo na sua jornada de trading.


Este artigo, em resumo:

  • A análise técnica usa tendências de preços para determinar a direção dos preços futuros usando dados históricos de preço e volume.
  • A análise técnica pode fornecer indicações específicas de quando entrar ou sair de uma negociação. O preço mostra uma imagem mais clara do que pode acontecer no futuro e elimina as suposições do trading.
  • Os gráficos são parte integrante da análise técnica. Eles contêm todas as informações necessárias para tomar uma decisão.
  • Os analistas técnicos se baseiam em vários indicadores e pontos de dados ao fazer estimativas de movimentos futuros de preços.
  • A análise técnica lida com as probabilidades de um evento de preço, não absolutos.


O que é análise técnica?

A análise técnica é um tipo de análise que usa tendências de preços para determinar a direção dos preços futuros usando dados históricos de preço e volume. Os traders usam a análise técnica como uma estrutura para estudar o movimento de preços existente, usando isso como uma métrica para prever como os preços podem se mover.

A metodologia de análise técnica é independente do mercado. Isso significa que a abordagem permanece constante, não importa em qual mercado você a aplique, por isso é uma excelente estrutura para ter em seu kit de trading. Você pode aplicar a estrutura à maioria dos ativos, desde moedas, commodities e títulos, até taxas de juros e ações.

Como abordagem, a análise técnica é baseada em três premissas amplamente reconhecidas:

  • O mercado desconta tudo – todas as informações que você precisa sobre um ativo financeiro estão refletidas em seu preço.
  • Os preços se movem em tendências – os preços de mercado se movem em tendências, então eles demonstram algum grau de comportamento consistente ao longo de um período de tempo.
  • A história se repete – as tendências acontecem em padrões cíclicos. Isso ocorre porque o mercado é um reflexo do sentimento coletivo do trader. A psicologia humana que apoia suas decisões é previsível até certo ponto e, posteriormente, os resultados também.

Por que usar a análise técnica?

Os traders usam a análise técnica por vários motivos, até porque é uma mistura de ciência e arte que remonta a séculos. 

  • Estudar a história da análise técnica permite entender como ela evoluiu e é usada hoje. Isso permitirá que você a aplique através da visão do trading do século 21.
  • Saber quando comprar ou vender de antemão é uma vantagem em trading. A análise técnica pode fornecer indicações específicas de quando entrar ou sair de uma negociação.
  • O preço mostra uma imagem mais clara do que pode acontecer no futuro e elimina as suposições do trading.
  • Quando há dinheiro em jogo, você não quer avançar às cegas. A análise técnica é uma boa maneira de orientar suas decisões de trading com base em evidências de mercado.

De onde vem a análise técnica?

Os analistas desenvolveram vários indicadores técnicos de trading ao longo dos anos para dominar a técnica do trading. E ao longo dos anos, queremos dizer muitos, muitos anos – a análise técnica em sua forma mais antiga remonta à civilização babilônica.

A versão mais próxima de seu avatar atual surgiu no século 19, depois que o jornalista Charles Dow apresentou sua versão formalizada da teoria no final de 1800. Precisando correlacionar padrões para seu recém-criado Dow Jones Industrial Index, Dow abriu as portas para a análise técnica estudando os movimentos do mercado.

No entanto, Dow não levou a estrutura mais além. Operadores técnicos como William P. Hamilton, Robert Rhea, Edson Gould e John Magee contribuíram para a teoria de Dow. William P. Hamilton foi essencial para o crescimento da teoria, incorporando índices extras que melhoraram a precisão da estrutura. 

Hoje, analistas técnicos e traders continuam a levar a Teoria de Dow adiante, aproveitando uma infinidade de padrões que são organizados após décadas de pesquisa intensiva.

Tipos de gráficos

Falamos sobre como a análise técnica se baseia na teoria de que tudo o que se sabe ou se pode saber sobre um ativo financeiro está em seu preço. Essa técnica não está interessada no valor subjacente de um ativo, mas na probabilidade de ocorrer um evento relacionado ao preço.

Onde os dados podem ser encontrados? Nos gráficos. Os gráficos são parte integrante da análise técnica. Eles contêm todas as informações necessárias para tomar uma decisão. É por isso que os analistas também são conhecidos como “chartists”.

Esses quatro gráficos básicos são fundamentais para a análise técnica:

Gráficos candlestick

Os gráficos candlestick usam as mínimas e máximas de um período definido - uma hora, um dia, uma semana ou um mês - para refletir os movimentos de preços. Esses marcadores de preço em forma de vela informam aos analistas e traders quanto o preço abriu, se moveu e fechou, dentro de uma unidade de tempo.

O que você precisa saber sobre gráficos candlestick:

  • As linhas horizontais (o topo e a base da vela) indicam os preços de abertura e fechamento.
  • Velas claras mostram negociações com fechamentos mais altos do que aberturas, enquanto o oposto é verdadeiro para velas bloqueadas.
  • Os “pavios” superiores e inferiores, ou linhas verticais em cada extremidade, nos informam os pontos de preço mais alto e mais baixo em que o ativo foi negociado antes de finalmente fechar.

Gráficos candlestick mt4 análise técnica

Gráfico de barras

Os gráficos de barras apresentam os mesmos dados que os gráficos candlestick, mas em um formato diferente. Também é possível personalizar esses gráficos caso você não queira ver o preço de abertura.

O que você precisa saber sobre gráficos de barras:

  • Os gráficos de barras traçam os movimentos dos preços de maneira diferente dos candlesticks, mesmo que os dados que eles fornecem sejam os mesmos.
  • Eles aparecem como uma única linha vertical mostrando máximas e mínimas.
  • Duas linhas horizontais na parte superior e inferior indicam os preços de abertura e fechamento. Elas se estendem da linha principal para a esquerda e para a direita.
  • As linhas da esquerda significam aberturas e as linhas da direita mostram os fechamentos.

Gráfico de barras mt4 análise técnica

Gráficos de ponto e figura

Um gráfico de ponto e figura traça colunas de Xs e Os para refletir os preços em alta (Xs) e em queda (Os). Ao contrário dos gráficos de barras e candlestick (que mostram a faixa de movimentos de preços), novas entradas em um gráfico de ponto e figura só são adicionadas quando ocorre um movimento fixo no preço. Quaisquer movimentos de preços que não atinjam a meta definida são omitidos do gráfico.

O que você precisa saber sobre gráficos de ponto e figura:

  • Novos Xs ou Os são adicionados ao gráfico dependendo do tamanho da caixa.
  • Por exemplo, se você definir o tamanho da caixa em 5 USD, um ponto no gráfico só será marcado se os preços se moverem esse tanto.
  • Os tamanhos das caixas também podem ser definidos como uma porcentagem do preço atual.
  • Um segundo alvo é o preço de reversão, novamente, definido pelo trader.
  • Um gráfico de ponto e figura continuará a ser traçado no movimento para cima ou para baixo, independentemente das mudanças de preço que sejam menores que o preço de reversão. Quando os preços atingirem os preços de reversão definidos, o gráfico começará a traçar a nova direção - Xs mudarão para Os e vice-versa.

Gráficos de ponto e figura mt4 análise técnica

Gráfico de linha

Talvez seja o gráfico mais fácil dos quatro de entender. Os gráficos de linha traçam pontos de preço único (normalmente preços de fechamento) em um gráfico. Uma linha conectando esses pontos ao longo do gráfico forma o gráfico de linhas. O conceito é semelhante ao que você pode ter estudado no ensino médio. Esses gráficos são úteis para uma renderização simplista dos preços de fechamento ao longo do tempo, mas é mais provável que você use outros tipos de gráficos ao negociar.

Esses tipos de gráficos são amplamente utilizados em jornais e relatórios para o público em geral, porque são fáceis de ler e entender.

Gráfico de linha mt4 análise técnica

Indicadores técnicos: quais dados a análise técnica usa?

Os analistas técnicos se baseiam em vários indicadores e pontos de dados ao fazer estimativas de movimentos futuros de preços. Estes são cruciais para a sua atividade de trading. Saiba mais sobre os mais comuns abaixo.

Se você é iniciante, não se assuste com o jargão. Concentre-se no que o indicador está lhe dizendo. A experiência é o melhor professor, então lembre-se de testar esses indicadores em uma plataforma de trading como a MetaTrader.

Linhas de tendência

As linhas de tendência são um indicador manual. As tendências não se movem em linhas retas, tornando-as difíceis de identificar e serem traçadas em um gráfico. Para facilitar o acompanhamento das tendências, os analistas procuram as máximas e as mínimas dos ativos durante um período predeterminado. A direção média da tendência – para cima ou para baixo – indica possíveis movimentos futuros de preços.

  • As tendências de alta consistem em máximas e mínimas mais altas
  • As tendências de baixa consistem em máximas e mínimas mais baixas
  • As tendências laterais consistem em movimentos inconsistentes em qualquer direção

Níveis de suporte e resistência

Suporte e resistência são níveis de preços altos e baixos nos quais os preços se sustentam. Quando os preços flutuam, mas não cruzam um determinado nível de preço ao longo do tempo, eles formam níveis de suporte ou resistência.

  • Níveis de suporte – quando os preços flutuam, mas não caem além de um determinado nível de preço ao longo do tempo, eles formam um nível de suporte.
  • Níveis de resistência – quando os preços flutuam, mas não sobem além de um determinado nível de preço ao longo do tempo, eles formam um nível de resistência.
  • Quando os preços ultrapassam o suporte ou a resistência, eles são chamados de pontos de breakout. Esses breakouts podem indicar a formação de uma nova tendência.

Correlação

Os indicadores de correlação dizem respeito à relação entre dois ativos. Por exemplo, os preços da gasolina aumentam quando o custo do petróleo aumenta, tornando-se uma correlação positiva. Quando acontece o oposto, como o aumento dos preços do petróleo e das ações das companhias aéreas, é uma correlação negativa.

Curiosidade: a correlação negativa é amplamente usada por investidores para diversificar carteiras e reduzir riscos.

Média móvel

As flutuações de preços tornam os gráficos mais difíceis de ler porque ocultam padrões óbvios. As médias móveis ajudam a resolver o problema ao traçar movimentos de preços anteriores de períodos de tempo definidos. Esses períodos de tempo dependem do trader - você pode ter apenas cinco períodos de um minuto ou 200 períodos de um dia. Às vezes, eles podem ser aplicados a períodos de até mais de 200 dias, pois a Teoria de Dow diz que as tendências primárias podem durar um ano.

A Standard and Poor's 500 (S&P 500) é uma curva de aprendizado fantástica porque sua média móvel de 50 dias tem se mostrado repetidamente como um ponto em que o mercado reage. Se o preço estiver acima da linha média de 50 dias, é sinal de que continuará com tendência de alta. Como o preço sempre volta à mediana, isso seria quando os traders compram, entendendo que ele imediatamente se recuperará novamente e continuará na mesma direção.

Os tipos de média móvel incluem:

  • A média móvel simples (MMS) é uma média direta de preços (normalmente preços de fechamento) durante um período de tempo. Os traders geralmente comparam as MMSs de diferentes períodos de tempo (50 dias, 100 dias, 200 dias etc.) para descobrir padrões nos movimentos de preços.
  • A média móvel ponderada (MMP) funciona de maneira semelhante à acima, mas adiciona mais peso aos preços recentes. Ela adiciona linearmente menor peso dos preços recentes aos preços passados. Isso torna a MMP mais sensível à possibilidade de uma tendência do que uma MMS.
  • A média móvel exponencial (MME) também é uma média ponderada, mas a ponderação atribuída aos preços cai exponencialmente. Isso significa que a MME atribui muito mais peso aos preços recentes do que uma MMP linear.

Índice de força relativa

O Índice de Força Relativa (IFR) é um indicador de impulso que oscila entre um mínimo definido (0) e um máximo (100). Ele é usado para entender a rapidez com que os preços estão mudando e por quanto.

  • Quando o IFR cai abaixo de 30, ele informa aos traders que o ativo está sobrevendido e uma reversão para cima pode ser iminente.
  • Da mesma forma, quando o IFR ultrapassa 70, indica que o ativo está sobrecomprado e os preços provavelmente reverterão para baixo.

Convergência/Divergência da Média Móvel

O indicador de convergência/divergência da média móvel (MACD) também é um oscilador, como o IFR. Eles são indicados por duas linhas oscilantes.

  • Uma linha representa a MME de 12 períodos, enquanto a outra mostra a MME de 26 períodos (caso você tenha perdido, leia nossa explicação sobre MMEs acima).
  • Uma terceira linha, a MME de 9 períodos, indica a “linha de sinal”.
  • Os pontos em que as linhas convergem ou divergem informam ao trader sobre uma possível tendência de alta ou baixa e indicam possíveis pontos para comprar ou vender.

Evite esses erros de análise técnica

A análise técnica não é infalível. Aqui estão alguns sinais de alerta a serem lembrados ao usar esse tipo de análise:

A análise técnica não leva tudo em conta

Um princípio da análise técnica é que todas as informações de que você precisa estão refletidas no preço. Mas vê-la como o Santo Graal dos dados de mercado nem sempre é exato, porque lida muito com probabilidades e não com certezas.

A história não se repete exatamente

Como o raio não cai duas vezes no mesmo lugar, os movimentos de preços também não se comportam exatamente da mesma maneira. Como resultado, os modelos são difíceis de interpretar e as tendências podem parecer semelhantes, mas nunca iguais.

Usando muito poucos ou muitos indicadores.

Um indicador é muito pouco e sete são muitos. Os traders geralmente ficam com um máximo de três indicadores ao negociar. Lembre-se, você não quer se confundir, mas também quer reunir informações suficientes.

Confie nos mesmos indicadores para cada tipo de movimento do mercado

Alguns indicadores são mais adequados para uma tendência, enquanto outros para um intervalo. Familiarize-se com os diferentes indicadores em sua plataforma de trading – quanto mais você praticar, mais você poderá julgar quais usar.

Perguntas frequentes sobre análise técnica

Quão precisa é a análise técnica?

Os investimentos são imprevisíveis, portanto, não há promessas quando você escolhe títulos para negociar. A análise técnica pode avaliar o desempenho de um ativo no futuro, mas trata apenas de probabilidades de um evento de preço.

Quantos títulos você deve comprar?

A diversificação de carteira é essencial se você quiser que seu investimento resista ao teste do tempo. No entanto, depende do seu estilo de trading e de investimento se você deve comprar muitos títulos. Se você deseja comprar e manter por um período significativo de tempo, até 20 podem ser vistos como padrão. Mas se você é um day trader ativo, manter 20 posições abertas pode ser difícil de gerenciar, do ponto de vista de risco e desempenho.

Qual gráfico você deve usar?

Depende de qual gráfico você achar mais confortável. Os indicadores não devem ser confusos, pois isso os torna contraproducentes. Opte pela legibilidade sobre qualquer outra coisa. A maioria dos iniciantes prefere começar com gráficos candlestick porque são fáceis de entender, mas, novamente, tudo se resume à escolha.


Este material é apenas para fins de informação geral e não se destina (e não deve ser considerado) como aconselhamento financeiro, de investimento ou outro em que se deve confiar. A INFINOX não está autorizada a prestar consultoria de investimento. Nenhuma opinião dada no material constitui uma recomendação da INFINOX ou do autor, de que qualquer investimento, título, transação ou estratégia de investimento em particular sejam adequados para qualquer pessoa específica.

You might find this interesting

Education
Education

Find everything you need to know to start trading the financial markets

icon Consulte Mais informação
Trading tools
Trading tools

Use advanced trading tools to identify trading opportunities

icon Consulte Mais informação
IX Social
IX Social

See how proven traders are taking advantage of the markets

icon Consulte Mais informação